Páginas

16 de maio de 2013

O Mar de Marvão

 
Acompanhados pelo professor Gilberto Rocha, os alunos do 7º ano estiveram hoje na Biblioteca Escolar da EBI c/JI Dr. Manuel Magro Machado para dinamizar uma breve sessão de poesia. Os textos poéticos foram escolhidos pelos alunos, incidindo nos autores Miguel Torga, António Botto, Florbela Espanca, Fiama Brandão, Cecília Meireles e Sophia de Mello Breyner Andresen.
Esta turma escreveu, durante uma aula de Português, um poema inspirado na neblina que rodeia Marvão e parece o mar visto das muralhas. O trabalho colectivo foi apresentado ao público composto por alunos de 5º, 6º, 8º e 9º anos.
 
 
Marvão,
Da minha varanda vê-se o mar
 
Bandeiras das caravelas
quais copas das árvores
desfraldam ondas,
ao bater nelas,
no Alentejo, a navegar.
 
No meu imaginar
peixes são pedras,
os corais leiras,
as algas fruta-pão
que o camponês vai pescar.
 
Eis que fecho a janela,
em Marvão
acabou a maresia,
voltará a nuvem amanhã,
a alegrar a madrugada
de um novo e fresco dia.
 
 
Autores: alunos do 7º ano e professor Gilberto Rocha

2 comentários:

  1. Parabéns aos alunos e ao professor. Parabéns também pela iniciativa.

    ResponderEliminar
  2. São dinâmicos, são sensiveis, vão cultos de uma "fornada" que vai dar que falar.

    ResponderEliminar